A tradução e publicação deste livro se inserem na trajetória da SOF de incorporar as contribuições da economia feminista em suas análises. O estudo realizado por Cristina Carrasco para o Instituto Catalão das Mulheres, reproduzido integralmente, propõe um novo modelo para compreender e analisar a realidade. Esta proposta não androcêntrica não toma a experiência dos homens como universal, de modo que permite compreender a realidade das mulheres não apenas desde o que lhes falta para se igualar aos referenciais masculinos. Ao contrário, este novo modelo tem como base para sua formulação a experiência de mulheres e homens e o objetivo de se medir a satisfação das necessidades humanas, para orientar o planejamento de políticas geradoras de igualdade.
Com a publicação deste estudo no Brasil, a SOF pretende contribuir com o debate, proposição e formulação de políticas de igualdade no campo e na cidade. As referências da sociedade em que o estudo foi realizado, a Catalunha, são distintas da brasileira. Estudos deste tipo no Brasil devem, necessariamente, refletir a diversidade regional, a realidade rural e urbana e as dimensões de raça e etnia que marcam as relações sociais no país.
A reflexão sobre estatísticas e indicadores não androcêntricos e a realização de estudos deste tipo em nivel local, a partir dos movimentos sociais e do poder publico, são caminhos para avançar na compreensão das desigualdades e, assim, avançar na construção de politicas de igualdade entre homens e mulheres.

Estatisticas (1,2 MB)