O artigo apresenta a sistematização de um processo de reflexão coletiva realizado pela SOF com apoio da Inroads, com o objetivo de compreender como o aborto tem sido visto e vivenciado por mulheres rurais e moradoras de periferias urbanas. O estudo foi realizado entre 2017 e início de 2018 e contou com a participação de mulheres militantes ou próximas da Marcha Mundial das Mulheres nas cidades de São Paulo (SP), Fortaleza (CE), São Miguel do Gostoso (RN) e Mossoró (RN), formando cinco grupos focais.

Essa reflexão coletiva foi organizada com a intenção de localizar o referencial das discussões e estratégias em torno do aborto nos setores populares que compõem a base dos movimentos sociais. Pretende, assim, ampliar o debate sobre aborto e autonomia das mulheres e reunir elementos para subsidiar as análises e estratégias na luta pelo direito ao aborto no Brasil.

Para ler o artigo na íntegra, clique aqui.